aleeesAs cestas básicas comercializadas no Espírito Santo podem passar a contar com álcool em gel caso o Projeto de Lei (PL) 198/2020, da deputada Raquel Lessa (Pros), seja aprovado na Assembleia Legislativa (Ales).

A medida prevê a inclusão de pelo menos uma unidade do produto como item de primeira necessidade nas cestas de empregados públicos, privados e correlatos, comercializadas ou disponibilizadas em acordos coletivos no estado.

Segundo Raquel, a medida se faz necessário em virtude da epidemia de Covid-19 que atinge diversos países, inclusive o Brasil. Ela alega que inúmeras doenças podem ser evitadas com hábitos de higiene corretos.

Outros estados, como o Pará e Rio de Janeiro já adotaram a medida a fim de garantir a saúde da população. No Congresso Nacional, tramita um PL que inclui o item nas cestas básicas em todo o País, além de isentar os itens de higiene que compõem as cestas básicas de todo e qualquer tributo federal sobre industrialização, transporte e comercialização, também enquanto durar a pandemia.

“Inúmeras doenças são transmitidas por outros vírus e é necessário um reforço na higiene básica das pessoas. Diante disso, acreditamos ser primordial o uso contínuo do álcool em gel para garantir a saúde da população”, alerta a autora.

Fonte: ALES
Compartilhe!