SONY DSC

A cor que simboliza o universo feminino coloriu a entrada da Assembleia Legislativa (Ales), no lançamento da campanha Outubro Rosa, de conscientização, prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama, promovido pela Procuradoria Especial da Mulher, na tarde desta terça-feira (1º).

O evento reuniu representantes da Defensoria Pública, Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), de movimentos sociais em defesa da mulher, além de servidores da Casa. O presidente da Assembleia, deputado Erick Musso (Republicanos) foi o primeiro a destacar a importância da campanha.
“Dezessete mil mulheres morrem todo ano no Brasil devido ao câncer de mama, mas a prevenção e o diagnóstico precoce e a busca por informação reduz em 95% esse índice, e não poderíamos deixar a Assembleia fora dessa campanha de magnitude internacional”, disse Musso.

Para a deputada Janete de Sá (PMN), titular da Procuradoria da Mulher, a campanha é sempre um alerta para a proteção da saúde feminina. “Nosso objetivo aqui na Procuradoria é fortalecer as políticas que dão proteção e orientam a mulher para o enfrentamento de uma série de problemas e o Outubro Rosa vem nessa direção, de garantir proteção através do alerta, do esclarecimento de que o câncer, quando diagnosticado precocemente, tem cura”.

A parlamentar também anunciou que vai protocolar um projeto de lei que garante o fornecimento de perucas para as vítimas da doença, que geralmente perdem o cabelo em razão do tratamento. “É uma forma de elevar a autoestima das mulheres para que elas possam enfrentar com dignidade essa doença”.

A artesã Nadia Rangel descobriu a doença há dois anos ao tocar nas axilas e reforçou a importância do diagnóstico precoce. “Eu já tinha feito os exames em janeiro, estava tudo bem, mas em maio percebi um caroço nas axilas, aí procurei imediatamente um mastologista, me tratei e estou aqui. Por isso digo para ninguém deixar para amanhã o que pode fazer hoje”.

Já a vice-reitora da Ufes, Ethel Maciel, lembrou que a conscientização  também deve ser estendida aos homens. “A campanha aqui na Assembleia dá uma visibilidade ainda maior a essa causa”, salientou.

A apresentação do coral Canto Serenata, formado por crianças e adolescentes de comunidades carentes de Vitória encerrou o evento. Ao anoitecer, foram acesas as luzes rosas que vão iluminar a fachada da Assembleia durante o mês de outubro, em apoio à campanha.

Fonte: ALES
Compartilhe!