Foto/Divulgação

Nesta quarta (27) e quinta-feira (28) o Teatro Dante Barone da ALRS sedia a 8ª Conferência de Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável do RS. O evento é organizado pelo Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional do RS (CONSEA-RS) e tem apoio do Fórum Democrático de Desenvolvimento Regional da Assembleia Legislativa. O objetivo é elaborar um diagnóstico participativo sobre a realidade que o povo gaúcho está vivendo, com a fome e a precarização das condições de vida. Parceira no evento, a Assembleia Legislativa lançou, em 15 de junho, a campanha Rio Grande Contra a Fome, ação de mobilização entre os Poderes e a sociedade gaúcha, visando ampliar os espaços de debate público sobre o tema e também fortalecer as doações de alimentos para as pessoas em situação de vulnerabilidade social.

A conferência terá mesas de debate estruturadas em três eixos versando sobre a fome – as causas, as consequências e as soluções – e eixos temáticos que tratam sobre produção de alimentos, educação alimentar, políticas públicas de segurança alimentar e nutricional, que irão guiar a elaboração das diretrizes a serem entregues ao governador do estado ao final do evento.
Participantes
A programação contará com as presenças do ex-diretor-geral da Organização das Nações Unidas para alimentação e Agricultura (FAO), ex-ministro de Segurança Alimentar e combate à fome e atual presidente do Instituto Fome Zero, José Graziano da Silva, o sociólogo e integrante da Rede PENSSAN, Renato Carvalheira do Nascimento, e a coordenadora da Área de Advocacy da Ação da Cidadania, Ana Paula Souza.
Programação
As atividades iniciam às 13h30 desta quarta-feira (27) e se encerram às 16h30 de quinta-feira (28), com o ato de entrega das diretrizes ao governador do estado. Atividades culturais e lançamento de livro também integram a programação.
Veja a programação completa no site https://www.conferenciassans-rs.org/ 
Acompanhe ao vivo
O evento terá transmissão ao vivo pela TV e Rádio AL, pelo canal do YouTube, e pela página do Facebook do Parlamento gaúcho.
Fonte: ALERS
Compartilhe!