alerj-17-01A exposição “Crônica de uma cidade amada”, do jornalista, fotógrafo e produtor teatral Luis Teixeira, poderá ser vista até o dia 30 de janeiro no Salão Nobre do Palácio Tiradentes, na Praça XV, da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). Exibida desde o final de outubro, a mostra reúne 60 imagens do autor – especialista em fotografia de rua e de espetáculos musicais.

“A exposição está incrível e já recebeu cerca de três mil visitantes. Esperamos aumentar ainda mais esse número em função do período de férias escolares e com os turistas que visitam a cidade”, disse subdiretora de Cultura, Fernanda Figueiredo.

A professora e funcionária pública Márcia Pinto foi uma das primeiras a conhecer a exposição. No dia da inauguração, ela ressaltou o ângulo diferenciado pelo qual o artista apresenta a capital fluminense. “O fotógrafo tem uma grande qualidade e apresenta um ângulo muito interessante, diria até inusitado. Ele retrata lugares importantes do Rio, como a escadaria da Igreja da Penha, de uma forma poética. Isto leva o espectador a uma viagem através da história”, destacou Márcia.

Com a palavra, o artista
Trabalhando com fotografia há cinco anos, Luis Teixeira se considera um discípulo de Walter Firmo, curador da exposição especializado em registros visuais das ruas e de espetáculos musicais. “Ele é um grande mestre, que me incentivou a fotografar a cidade do Rio. Mostrei para Walter a foto ‘Anjos da Noite’, que retratava o Beco do Rato, no bairro da Glória, e ele ficou encantado. Foi quando me falou para focar neste tipo de trabalho, fotografando a cidade sob o olhar misterioso e com uma luz diferente.Passei dois anos realizando este trabalho diariamente”, explicou entusiasmado.

Segundo o fotógrafo, o que mais o inspira no Rio de Janeiro são os contrastes do passado com o presente da arquitetura e dos monumentos. “A luz noturna com o clima boêmio e underground é algo muito particular nesta cidade”, destaca o autor.

Serviço
Exposição “Crônica de uma cidade amada”
Onde: Palácio Tiradentes – Rua Primeiro de Março, s/nº – Praça XV.
Quando: até 30 de janeiro. De segunda a sábado (das 10 às 17h), e feriados (das 12h às 17h). Acesso para cadeirantes pela Rua Dom Manuel, s/nº- atrás do palácio.
Telefone: 2588-1186.

Entrada gratuita

Fonte: ALERJ
Compartilhe!