alepr-03-10Com a velocidade de circulação de informações na internet e a propagação sem controle de conteúdos pelas redes sociais, uma iniciativa estudantil pretende conscientizar as pessoas, sobretudo os jovens, sobre a exposição frequente de fotos e vídeos nestes meios de comunicação. O projeto de lei do aluno João Pedro Leal, de 16 anos, do 2º ano do Ensino Médio do Colégio Estadual Vicente Leporace, no município de Boa Esperança, cria o “Programa Ética das Redes Sociais”. O objetivo, segundo o autor, que foi um dos 32 selecionados no Geração Atitude 2018, é evitar que situações do cotidiano sejam divulgadas sem os devidos cuidados.

“Pensei várias coisas na hora de fazer esse projeto, porque a gente precisa ter uma atitude ética acima de tudo. Não se pode divulgar, por exemplo, um acidente grave. As pessoas já filmam, tiram fotos e vão espalhando, mandam para todo mundo nas redes sociais. Isso é muito ruim, porque chega na família ou envolve os amigos”, explica.

A iniciativa do aluno, que teve o projeto coordenado e orientado pela professora de Filosofia Mara Cristina Garofalo, pretende inserir no calendário de eventos oficiais do Paraná uma série de atividades extracurriculares, no sistema público e privado de ensino, com esclarecimentos sobre as consequências e responsabilidades pelos atos praticados com o uso da internet.

Além de debates, seminários, relatórios de pesquisa e leituras, o programa prevê também campanhas institucionais com advertências aos estudantes sobre os limites que precisam ser respeitados pelos usuários da internet. “A gente vê isso o tempo todo. Sempre tem um celular gravando ou tirando foto. Por isso, o projeto tem essa intenção, de evitar que as situações diárias sejam repassadas sem qualquer ética”.

Geração Atitude – O Geração Atitude é um grande programa desenvolvido pela Assembleia Legislativa do Paraná em parceria com o Ministério Público estadual, com apoio da Secretaria de Estado da Educação, do Tribunal de Justiça e da Assessoria Especial da Juventude do Governo do Estado. Ele visa essencialmente promover a participação social e despertar o interesse dos jovens por temas como cidadania, democracia, política, eleições, voto consciente e o papel das instituições.

Ações específicas, como o Geração na Escola, envolvem um conjunto de atividades voltadas à formação cidadã, apoiadas em planos de aula relativos.

Fonte: ALEPR
Compartilhe!