Um Indicativo de Projeto de Lei do deputado Gessivaldo Isaías (Republicanos) que dispõe sobre a concessão de um adicional de insalubridade para os policiais civis do Piauí foi aprovado pelo plenário na sessão desta terça-feira (30). A matéria será encaminhada agora ao governador Wellington Dias (PT) que decidirá se vai transformá-la em Projeto de Lei a ser analisado pela Assembleia Legislativa. O deputado Gustavo Neiva (PSB), líder da Oposição, ocupou a tribuna para manifestar apoio à proposição. Ele disse que os policiais civis têm prestado relevantes serviços em defesa da população e que eles foram destaque nacional esta semana ao prender uma quadrilha de fraudadores que atuava em vários Estados do país.

Gessivaldo Isaías pediu que os parlamentares  votassem a favor da matéria, afirmando que os policiais civis merecem receber o adicional de insalubridade, principalmente agora durante a pandemia do novo coronovírus estando expostos a contrair a Covid-19. A matéria foi aprovada por unanimidade.

Na sessão plenária desta terça-feira, foi aprovado ainda Indicativo de Projeto de Lei de autoria da deputada Lucy Soares (Progressistas) que trata sobre a implantação de barreiras sanitárias permanentes no Piauí para verificação compulsória de pessoa contaminada pela Covid-19 visando o seu encaminhamento imediato para atendimento médico.

 De acordo com a proposição de Lucy Soares, a barreira sanitária deverá ser implantada mediante a ação conjunta do Detran-PI (Departamento Estadual de Trânsito do Piauí), a Polícia Militar do Piauí e a Vigilância Sanitária. A barreira sanitária ficará localizada próxima aos logradouros de acesso a aeroportos e terminais rodoviários.

Fonte: ALEPI