As mulheres paraenses começaram a ocupar timidamente as cadeiras do plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa). A primeira deputada estadual eleita foi Rosa Pereira. No pleito de 19 de janeiro de 1947, essa belenense foi eleita com 3.000 votos. No Pleito de 03 de outubro de 1950, ela contabilizou 4.700 votos junto ao Superior Eleitoral pelo Tribunal (TSE). Em suas duas eleições, Rosa Pereira concorreu pelo PSD.

Após uma lacuna de 22 anos sem eleger uma representante do gênero feminino, o pleito de 15 de novembro de 1972 confirmou nas urnas uma vaga à Esther Rossy, que cumpriu seu mandato até 1974. Com a eleição de 1974, a força do voto feminino começou a ganhar destaque no Legislativo Estadual Paraense. Neste ano foram eleitas duas mulheres: Vera Lúcia de Albuquerque e Maria de Nazaré.

Vera Lúcia de Albuquerque, eleita por Belém, conquistou nas urnas 3.772 votos pelo MDB. Já Maria de Nazaré, do município de Altamira, foi a representante da Aliança Renovadora Nacional (ARENA), sendo eleita com 5.720 votos. Ela cumpriu quatro mandatos consecutivos, ficando no poder paraense estadual por dezesseis anos, ou seja, no período de (1974 – 1978), (1979 -1982), (1983 – 1986) a (1987 – 1990).

A década de 90 foi próspera para política feminina. Nas eleições de 3 de outubro de 1994 foram eleitas quatro candidatas que deram vozes ao gênero feminino: Isane Monteiro (PMDB) com 14.484 votos, Elza Miranda (PP) com 12.162 votos, Rosa Hage (PMDB) com 11.939 votos e Lourdes Lima (PSDB) com 9.676 votos.

Percebe-se, portanto, que a cada década e a cada eleição, só cresce a participação das mulheres na política paraense estadual. Em 2006, foram eleitas sete deputadas de diversos partidos políticos. O PSDB colocou na Alepa: Ana Cunha, Suleima Pegado e Tetê Santos e o PT elegeu duas: Bernadete Ten Caten e Regina Barata. Foram eleitas ainda Josefina Aleluia (PFL) e Simone Morgado (PMDB).

Desde a última eleição (2018) que dez deputadas lutam pelos direitos femininos: Cilene Couto (PSDB), Paula Gomes (PSD), Renilce Nicodemos (SD/MDB), Dilvanda Faro (PT), Michele Begot (PSD), Marinor Brito (PSOL), Ana Cunha (PSDB), Dr. Heloisa (DEM), Diana Belo (DC) e Professora Nilse (PRB). Dessa legislatura, as deputadas Ana Cunha e Cilene Couto são as que estão há mais tempo no Parlamento Estadual. Ana Cunha está em seu quinto mandato e Cilene Couto está em seu terceiro mandato. Hoje ela é Líder do Governo na Alepa.

A expectativa é que na eleição deste ano, prevista para o dia 02 de outubro, sejam eleitas mais mulheres para reivindicar tanto direitos femininos quanto masculinos.

Fonte: ALEPA

 

Compartilhe!