Evento aconteceu no Plenário da Assembleia na noite desta terça-feira (7).Uma noite de reconhecimento e emoção marcou a Assembleia Legislativa do Paraná. Na véspera do Dia Internacional da Mulher, comemorado no dia 8 de março, as representantes paranaenses que se destacaram nas áreas do empreendedorismo, na ação social, sustentabilidade e prevenção da violência foram homenageadas no Plenário.

Quatro mulheres foram escolhidas para receber a honraria na 28ª edição do Prêmio Mulher Simplesmente Mulher, realizado anualmente pelo Conselho da Mulher Empresária da Associação Comercial do Paraná (ACP). Com contribuição em setores distintos, Fernanda Albini Macanhã, Flávia Pinho Ohde, Maria Clarinda Machado e Solange Martinez Massa foram homenageadas como forma de exaltar a contribuição de todas as mulheres, que inspiram, transformam e impactam a realidade de muitas outras paranaenses.

“Quanta honra recebê-las aqui em um evento memorável que contempla de uma forma justa, merecedora e digna a mulher paranaense empreendedora e visionária. Momento de reconhecer a presença feminina em todos os contextos do estado. O Brasil e o mundo clamam por essa igualdade de condições. Esse gesto e essa demonstração são o reconhecimento àquelas que ao longo da trajetória contribuem com vários setores da sociedade”, declarou o presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSD).

O presidente também destacou a participação das deputadas paranaenses, que hoje compõem uma bancada recorde e histórica de dez integrantes com pautas e iniciativas louváveis.

Coordenadora de Ações Solidárias do Legislativo, Rose Traiano, esposa do deputado Ademar Traiano, contribuiu para a realização do evento na casa de Leis e falou da importância deste reconhecimento.

“Muito feliz em fazer parte desta homenagem para todas nós mães e empreendedoras que merecem nosso reconhecimento todos os dias, não apenas às vésperas do Dia Internacional da Mulher. Uma noite em que mulheres que se destacam por suas ações podem mostrar para outras que nós podemos empreender, ser e fazer, simplesmente por sermos mulheres”, afirmou.

O presidente da ACP, Antonio Gilberto Deggerone, citou que cada uma das homenageadas, com a sua história e trajetória, serviu de referência para outras mulheres e a sociedade. Ele ainda destacou a importância da parceria com a Assembleia nesta e em outras ações.

Vice-presidente e coordenadora do Conselho da Mulher Empresária da ACP, Albanir Fracaro, lembrou que luta pelos direitos e igualdade é longa e que a homenagem serve como uma maneira de comemorar o que já foi alcançado e incentivar novas conquistas.

Homenageadas

Só tenho a agradecer e estendo essa conquista a todos os nossos parceiros que permitem que possamos chegar mais longe. Esse prêmio vai ajudar expandir essa ideia e podermos ajudar mais pessoas, como crianças pessoas com deficiência e indígenas”, declarou Fernanda Albini da Silva Macanhã.

Formada em Direito, a homenageada é mobilizadora social e desde 2019 faz parte ativamente da campanha “Tampinha Solidária”. Em 2021 idealizou a iniciativa social “Aja Consciente”, que busca inspirar as pessoas sobre o impacto das ações sociais, e conectá-las para fazer o bem, com enfoque nos três pilares da sustentabilidade: social, ambiental e econômico.

Já a trajetória de empreendedorismo de Maria Clarinda Machado (também conhecida como Dona Nena) começou no ano de 1988. Com o alto nível de desemprego na época, saiu do emprego e começou a vender roupas e acessórios, fazendo visitas às vizinhas e conhecidas e, depois, na garagem de sua casa. O negócio deu certo, e hoje conta com 47 colaboradores. São 33 anos de história, tradição e qualidade, sem esquecer de evoluir e se adaptar às situações do mundo atual. “Quero agradecer a Deus por essa caminhada, aos meus filhos e noras que me ajudam, e aos meus colaboradores, pois sem eles não estaria aqui. Sozinha a gente não consegue”, disse.

A médica Flávia Pinho Ohde falou da importância da homenagem e de ações em prol da defesa feminina. “Muito emocionante, tivemos bastante dificuldade que é tratar o tema da violência contra mulher em vários setores da sociedade. Me sinto lisonjeada e muito agradecida às mulheres, que mesmo com as histórias mais difíceis, são elas que nos animam e inspiram para não cairmos diante das dificuldades”, discursou.

Curitibana formada pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), Flávia é escritora e idealizadora do Projeto (En)canto do Sereio. A ação educativa, criada em 2019, busca conscientizar e fortalecer mulheres contra relacionamentos abusivos dissimulados, com foco em prevenção e auxílio nesse perfil de relacionamento.

“Para mim, foi uma surpresa e estou muito feliz. Tínhamos o projeto para começar em 2019, mas a pandemia adiou os planos e hoje estamos fazendo várias ações em comunidade carentes, com pessoas com deficiência, no Outubro Rosa e já temos programação para a Páscoa e outras ações”, explicou a empresária Solange Martinez Massa, presidente do Instituto Solange Massa.

Casada com Carlos Roberto Massa, o apresentador “Ratinho”, é mãe de três filhos: Carlos Roberto Massa Junior, governador do Paraná, Rafael Massa, apresentador de TV e Gabriel Massa, presidente do Conselho do Grupo Massa.

O instituto é um braço do Grupo Massa que realiza projetos sociais no Terceiro Setor em todo o estado, fundado em 2022.

Presenças

Participaram da sessão especial as deputadas Clora Pinheiro (PSD), Cantora Mara Lima (Republicanos), Maria Victoria (PP), Marcia Huçulak (PSD) e Fernanda Francishini (União), e os deputados Ney Leprevost (União) e Tito Barichello (União), acompanhados por suas esposas.

Também estiveram presente a vereadora Noemia Rocha; o conselheiro do Tribunal de Contas (TCE-PR), Augustinho Zucci; a administradora da Regional Matriz (de Curitiba), Rafaela Lupion; e a secretária de Saúde de Curitiba, Beatriz Battistella Nadas.

Fonte: ALEP

Compartilhe!