Recebeu a sanção do governador Ronaldo Caiado (DEM) a Lei Estadual nº 2.238/22 (originalmente projeto de lei nº 3590/21), de autoria do deputado Antônio Gomide (PT), que institui a Semana Estadual de Combate e Prevenção ao Câncer de Colo de Útero e Colorretal. 

O texto da lei determina que a primeira semana de março passa a ser dedicada a alertar, educar e mobilizar a sociedade para a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de colo de útero e do reto, tornando mais acessíveis todas as informações e direitos dos pacientes. No período, também será promovida a sensibilização, através dos meios de comunicações, sobre a existência de exames de prevenção, diagnóstico e tratamentos no combate à doença.  

Gomide ressalta que o câncer de colo de útero é o terceiro tipo de câncer mais comum entre as mulheres, sendo responsável por 275 mil óbitos femininos por ano, segundo dados da Organização Internacional de Saúde (OMS). Conforme levantamentos, no Brasil, em 2021, eram esperados 17.540 casos novos, com um risco estimado de 17 casos a cada 100 mil mulheres, de acordo com cálculos do Instituto Nacional de Câncer (Inca). 

Já o câncer colorretal, que engloba tumores de intestino (cólon) e reto, é um dos cinco tipos mais comuns entre homens e mulheres no Brasil, de acordo com o Inca. “No geral, quando detectado precocemente seu prognóstico é bom, com chances de cura que podem chegar a 95%”, assinala o deputado petista. 

A semana de que trata essa lei passa a integrar o calendário oficial de datas e eventos do Estado de Goiás. 

Fonte: ALEGO
Compartilhe!