Foto/Divulgação

A Assembleia Legislativa da Bahia é finalista da 2ª Edição do Prêmio Unale Assembleia Cidadã, na categoria Gestão. A ALBA concorre à premiação da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais com seu programa de modernização digital, que promoveu uma mudança integral no funcionamento da Casa e no acesso da população aos processos e trâmites legislativos.

Comprometido com três vetores essenciais de atuação do Legislativo baiano – Modernização, Transparência e Sustentabilidade -, o presidente Adolfo Menezes (PSD) festeja o reconhecimento da comissão julgadora da Unale e ressalta os benefícios que o programa de transformação digital da ALBA produziu para todo seu corpo funcional e parlamentar, bem como para o cidadão comum que, agora, tem acesso ao inteiro teor dos processos legislativos. Basta acessar o portal https://www.al.ba.gov.br para acompanhar, de forma transparente e democrática, não só a tramitação das proposições, como a verificação de toda e qualquer documentação.
“Nosso diferencial”, analisou Adolfo Menezes, “é que somos Autoridade Certificadora, a primeira, dentre todas as casas legislativas do país a possuir esta qualificação”. Para obter o título, a ALBA firmou convênio de cooperação técnica com o Tribunal de Contas do Estado e desenvolveu seu programa de transformação digital, inteiramente gerido e gerenciado por seus técnicos do Departamento de Tecnologia da Informação e superintendência de Assuntos Parlamentares, chefiada pelo deputado Bira Corôa Lula (PT), à época superintendente. “A certificação foi o primeiro passo para informatização da nossa Casa Legislativa”.
Ao valorizar seu corpo funcional, o presidente Adolfo Menezes conseguiu um programa de excelência a baixo custo. E muita economia: “de tempo para os servidores que, agora, podem ser mais ágeis e eficazes; de papel, que deixou de ser necessário; de transporte e energia”, festejou Ana Ilza Carneiro, chefe de gabinete da presidência e entusiasta do programa, lembrando que, só com a agilidade na tramitação, a ALBA vem economizando R$ 500 mil/ano.
Como Autoridade Certificadora, a Assembleia Legislativa da Bahia está apta a emitir certificados sem custos e a permitir assinaturas digitais a todos os seus funcionários e parlamentares com autenticidade e validade jurídicas. Todos podem utilizar os serviços a qualquer hora, de qualquer lugar e por qualquer dispositivo, seja computador, tablet ou celular. O programa ainda permite aos parlamentares a realização de sessões remotas e mistas com segurança, registro de presença virtual e até mesmo votações secretas com total confiabilidade. “Os serviços que outras casas legislativas precisam terceirizar, nós executamos com recursos próprios, humanos e tecnológicos”, enfatizou o presidente Adolfo Menezes.
Para a presidente da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais, a Assembleia Legislativa da Bahia está de parabéns por ser uma das finalistas do Prêmio, com a instituição do Certificado Digital. “Essa ação mostra o quanto a Casa tem atuado para modernizar os processos legislativos, inovando e fortalecendo a transparência na gestão administrativa”, enalteceu Ivana Bastos (PSD). Como presidente da Unale e como deputada baiana, revelou, “estou muito orgulhosa pelo trabalho de toda a equipe. Estou na torcida para levar esse prêmio para a nossa Bahia”.
A comissão julgadora da premiação utilizou seis critérios para eleger a ALBA como finalista do Prêmio Assembleia Cidadã: Eficiência; Criatividade; Ineditismo/Inovação; Resultados e Replicabilidade. O resultado final será divulgado no próximo dia 26, durante a Conferência Nacional da Unale.
Fonte: ALBA 
Compartilhe!