ccPor: Dra. Thaiza Hortegal é médica pediatra, primeira-dama de Pinheiro (MA) e eleita deputada estadual em 2018 pelo Partido Progressista (PP)

Atuo como médica pediatra desde 2011 e quando percorremos municípios maranhenses, os olhos se fixam em possibilidades de transformação social. O desejo de mudanças fica mais intenso e reflete o que pesquisas recentes anunciam: a saúde e a educação são as pautas prioritárias na visão de mulheres que se interessam por política.

O problema é que somos poucas. Apesar dos avanços, tem muita estrada para percorrer. O trabalho é árduo e vai além das leis que incentivam mulheres na política. Precisamos criar uma cultura entre elas com a perspectiva de despertar para a investidura no cargo público.  A pesquisa da ONG Elas no Poder revela ainda que as mulheres, mães ou com desejo da maternidade são mais motivadas porque desejam melhorar a vida de quem é mãe e garantir um futuro diferente.

Como mãe de dois filhos, claro que nosso senso de responsabilidade fica mais aguçado, porém, as barreiras são mais difíceis de ultrapassar. As obrigações domésticas dificultam, além do mercado de trabalho, a ascensão política, tanto que 54% delas não têm intenção de se candidatar porque não se sentem dentro do perfil para o cargo.

Como primeira-dama do município de Pinheiro (MA), atuei diretamente nos projetos de melhoria da saúde pública e, atualmente, como deputada estadual, as demandas reverberam para garantir as mudanças que desejamos para mulheres e filhos, futuro do nosso Estado. Como profissional, mãe, esposa, política, digo que há espaço, muito espaço, para transformar o meio que vivemos, e os partidos têm um grande nicho para essa conquista.

Neste Dia Internacional da Mulher, quero encorajá-las a serem mais participativas na política. Temos conhecimento de causa por lidar todos os dias com problemas que ultrapassam a saúde e a educação. Então, buscar apoio dos partidos e se envolver em projetos da legenda são imprescindíveis, assim como a capacitação do público feminino para o lançamento de candidaturas. O ano de 2020 pode ser um marco na sua vida e impactar as políticas públicas que tanto precisamos avançar.