Na manhã da última quinta-feira (02), segundo dia da 20ª Conferência da Unale, o ministro emérito do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, palestrou sobre o tema Desenvolvimento e Segurança Jurídica. Durante o discurso,
foi ressaltada a importância do empreendedorismo para a retomada do crescimento da economia. “O sistema jurídico bom é aquele que é eficaz e simples, que auxilia o empreendedor a desenvolver seu negócio. Sem uma burocratização absurda” destacou.

Ao falar da crise política, o ministro afirmou que “a instabilidade política atual é muito grave e ruim para o Brasil, que, até então, vinha de um histórico de 30 anos de estabilidade”.

Barbosa disse estar preocupado com a fragilidade generalizada em relação à figura do presidente. “O presidencialismo é focado apenas na figura do presidente, como chefe do poder executivo, mas ele não é o governante absoluto. É preciso haver uma interação e um sistema de governança mútuo, caso contrário, não conseguiremos retomar o crescimento do país”, disse.

Na ocasião, o ministro também discorreu sobre o combate a corrupção. “O Brasil embarcou numa era que parece ser de combate incansável à corrupção. Na verdade, esse é um movimento mundial, que no nosso país começa a dar os primeiro passos. Mas acredito que estamos no caminho certo”, concluiu.

Nos dias que seguem do evento, os participantes acompanharão palestras que envolvem debates atuantes da conjuntura econômica e política atual. Ainda estrá presente o ministro Dias Toffoli, que discorrerá sobre desburocratização, pacto federativo, entre outros.

Compartilhe!