whatsapp-image-2019-05-06-at-17-51-59-1Nesta segunda-feira (6), a União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale) realizou o 1º Seminário Regional de Promoção e Defesa da Cidadania, que debateu sobre prevenção ao suicídio, automutilação, violência contra a mulher e implementação do Sistema Único de Segurança Pública (SUSP).

Os participantes do evento se dividiram em três grupos de trabalho para discutir sobre os temas e ao final do evento foi elaborado um protocolo de ideias. Dentre algumas propostas estão: rodas de conversas com os pais, campanhas com protagonismo da família, importância da família na identificação de problemas como o suicídio e automutilação, intervenção de saúde em urgência e capacitação e valorização de profissionais de ensino e Conselho Tutelar.

whatsapp-image-2019-05-06-at-17-51-59-2O vice-presidente da Unale, deputado Delmasso, afirmou que esse é um momento histórico na Câmara Legislativa. “Esta Casa foi palco de uma discussão de grande relevância para o atual momento em que vivemos, de epidemia de suicídio, automutilação e violência. Além do assunto prioritário, contamos com a presença de dois ministros de Estado debatendo o tema”, disse.

Delmasso sugeriu que seja apresentada uma proposta de emenda à Constituição que destine 50% dos recursos que foram repatriados de operações de combate à corrupção. “Sugiro articularmos com o Congresso Nacional uma PEC instituindo que 50% desses recursos sejam destinados aos programas e políticas públicas de combate à automutilação, violência contra a mulher e suicídio”, concluiu.

Todas as propostas serão entregues na 23ª edição da Conferência Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (CNLE), que será realizada em novembro, na Bahia.

Fonte: Ascom/ Dep. Rodrigo Delmasso
Compartilhe!