Search
Close this search box.

Os membros da diretoria executiva da Unale se reuniram, de modo remoto, na manhã desta sexta-feira (30), para tratar de pautas institucionais e das diretrizes da entidade pós-pandemia de coronavírus.

No encontro, foram levantadas as questões sobre o maior encontro de parlamentares da América Latina, a Conferência Nacional da Unale (CNLE), cuja realização foi adiada para o ano de 2021, sem data definida. O trabalho que tem sido promovido pela entidade durante a quarentena, ações de combate ao vírus e fortalecimento do trabalho parlamentar virtual, entre outras.

A presidente da entidade, deputada Ivana Bastos (PSD-BA), destacou a relevância da participação ativa de todos os membros e afirmou que “o momento é atípico a tudo o que a Unale já vivenciou desde a sua instituição, mas a entidade tem trilhado um bom caminho, junto aos Parlamentos, para disseminar o Poder Legislativo Estadual e estar presente em discussões de grande impacto social e econômico para toda a sociedade, como a não-interrupção dos serviços essenciais por falta de pagamento em tempos de pandemia, a nova dinâmica do processo eleitoral, investimento em hospitais de campanhas, entre outros”.

Proposições

O presidente do conselho fiscal, deputado Alencar da Silveira Jr (PDT-MG), propôs aos presentes que fossem levantadas e discutidas pela a entidade a unificação das eleições, questão já tratada em outras gestões executivas, a disponibilização do fundo partidário aos municipalistas, o estabelecimento de loterias estaduais para que os recursos angariados possam ser disponibilizados aos candidatos eleitorais e a o “Distritão”, modo eleitoral no qual se elege o candidato mais votado pelo povo e não o considerado apto pelo partido.

Recondução da Diretoria Executiva

Por unanimidade, foi aprovada a recondução de todos os membros da diretoria executiva da gestão 2020 para o ano de 2021. Desta maneira, o trabalho planejado terá uma continuidade e as ações programadas para este ano e que foram impedidas de serem realizadas em consequência da pandemia de Covid-19, serão executadas na gestão do próximo ano.

Camila Ferreira/Ascom Unale
Compartilhe!