Search
Close this search box.

whatsapp-image-2019-10-30-at-14-41-324Em continuidade ao trabalho desenvolvido nos Seminários Regionais da Unale, os deputados Diogo Moraes (PE-PSB) e Celise Laviola (MDB-MG), representando a entidade, participaram hoje (30) de visita técnica na sede do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), em Brasília. Na oportunidade, os parlamentares conheceram a fundo um dos projetos apresentados nos seminários, no âmbito de combate ao suicídio e à automatização.

Reunidos com representantes do Ministério da Saúde, do Senado, da Câmara e com psicólogos, os deputados estaduais aprenderam mais sobre o Núcleo de Saúde Mental (NUSAM). Dentro do SAMU, o Nusam tem como meta ser referência no atendimento móvel de urgência em saúde mental.

“Nós somos pioneiros neste projeto, mas queremos melhorá-lo e ampliá-lo. Por causa dele já evitamos muitos casos de suicídio. Queremos que o Núcleo se torne realmente uma política pública nacional”, disse a psicóloga do Samu, Andrea Chaves. Atualmente, o projeto não é regulado pelo Ministério da Saúde e é este o principal objetivo no momento.

O grupo ainda realizou visita às instalações de regulação médica, regulação de saúde mental, conheceu a central de atendimento e as viaturas.

Para a deputada e membro da frente parlamentar de combate ao suicídio em Minas Gerais, Celise Laviola, esse é um serviço que precisa ser estendido a todo território nacional. “É um problema que precisa vir à tona, necessitamos de soluções e aqui, hoje, tivemos a experiência em um sistema que já funciona e pode ser implantado em cada estado”,

Segundo o deputado Diogo Moraes, após os cinco seminários e tão próximo da realização da 23ª Conferência Nacional da Unale, que traz a humanização como principal bandeira, fazer essa visita em loco foi de extrema importância, pois é um trabalho de unificação. “Ver como essa equipe se comporta, as viaturas de trabalho, o atendimento da central é importante para podermos começar a trabalhar essa experiência em nosso estado”, pontuou Moraes.

O parlamentar lembra, ainda, que é um esforço a ser trabalhado em duas vertentes, tanto junto ao governo federal, quando com âmbito estadual e municipal. “Esse núcleo aqui faz com que a gente volte para nossos estados mais empolgados, pois é uma luz. Isto faz com que a gente possa estancar um pouco dessa pandemia, que é o suicídio, a automutilação e as tentativas”, complementou o deputado.

Estiveram presentes os deputados federais Lucas Gonzales (NOVO-MG), Celina Leão (PP-DF) e Liziane Bayer (PSB-RS) e representantes do deputado federal professor Israel (PV-DF) e da senadora Leila do Vôlei (PSB-DF).

Marina Nery / Ascom Unale

 

Compartilhe!