Search
Close this search box.

reforma_camaraDurante toda a terça-feira (3), a comissão especial de reforma política esteve reunida na Câmara dos Deputados, dando continuidade ao debate sobre as PEC 344/13, do deputado Mendonça Filho (DEM-PE). Um dos principais pontos abordado pelos deputados presentes foi a redução do distrito eleitoral para diminuir os gastos com as campanhas.

O relator da comissão, deputado Marcelo Castro (PMDB/PI), defendeu um sistema eleitoral misto para a eleição de deputados, na primeira audiência pública promovida pela comissão, em que foram discutidos os sistemas eleitorais de outros países.

A importância da diminuição do número de partidos para que possa haver de fato uma reforma política foi defendida pelo deputado Federal Mendes Thame (PSDB/SP). “É preciso que haja também uma diminuição do número de candidatos e uma divisão dos estados em regiões para que possa haver uma aproximação dos políticos com o eleitorado”, explicou.

A Deputada Federal Moema Gramacho (PT/BA) ressaltou a importância da igualdade de gêneros e a participação popular. “Não podemos fazer uma comissão de reforma política sem a participação da população e dos movimentos sociais”, falou.

A audiência contou, também, com a presença do professor da Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), Renato Beneduzi, que apresentou um comparativo entre os diferentes sistemas eleitorais da Alemanha, Inglaterra, França e EUA

A comissão se reúne novamente nesta quinta-feira (5). Até o mês de maio a comissão pretende apresentar um projeto, que, se aprovado, segue para o executivo.

Fonte e foto: ASCOM Unale

Compartilhe!