Search
Close this search box.

Nesta quinta-feira (10), às 15 horas, a Assembleia Legislativa (Ales) realiza live no Instagram sobre a prevenção do suicídio. O convidado para a conversa inaugural é o jornalista Antônio Carlos Leite (Cacá), que falará sobre o tema Imprensa x Suicídio. A transmissão será mediada pela jornalista Patricia Bravin.

A live é alusiva ao Setembro Amarelo, mês de prevenção do suicídio, e acontece no Dia Mundial de Prevenção do Suicídio. Os internautas poderão participar por meio de perguntas e comentários.

O suicídio na pauta jornalística

Assunto ainda tabu na sociedade e no jornalismo, o suicídio levanta várias questões nas redações e salas de aula. Entre esses pontos estão os limites da atuação jornalística; o pacto de silêncio sobre o assunto adotado por alguns veículos; a relação entre noticiar casos e estimular pessoas ao ato; o direito da sociedade à informação quando o caso envolve figuras públicas; e como abordar o assunto sob a perspectiva preventiva.

Esses e outros pontos serão pauta da live. Os internautas poderão saber mais sobre as orientações previstas no Manual para profissionais da mídia, publicação criada pela Organização Mundial da Saúde.

Sobre o convidado

Antônio Carlos Leite tem formação em Comunicação Social, com ênfase em Jornalismo, pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (Puccamp/SP). Formou-se em 1987 e se especializou em Edição de Jornais e Jornalismo Multimídia. Foi membro do Comitê Editorial da Associação Nacional de Jornais (ANJ), editor-chefe do Diário de São Paulo, diretor de conteúdo da Rede Gazeta e atualmente é também diretor de conteúdo do grupo Bandeirantes/Jornal Metro.

Setembro Amarelo

O Setembro Amarelo é uma campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio iniciada, em 2014, pelo CFM (Conselho Federal de Medicina) e ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria). A campanha pretende estimular o diálogo sobre o tema na sociedade com a perspectiva preventiva. Por meio da página na internet é possível ter acesso a dados, material da campanha e agenda de debates nacionais sobre o tema.

FONTE: ALES
Compartilhe!