alerrAlém das mulheres em áreas urbanas, também serão trabalhados assuntos relacionados ao papel das ribeirinhas e indígenas nas comunidades

Incentivar as mulheres a terem mais participação na elaboração de políticas públicas e a ocuparem espaços partidários, são as principais propostas do Núcleo Plataforma de Mulher na Política, implantado pela Procuradoria Especial da Mulher, da Assembleia Legislativa de Roraima.

E antes de ganhar as ruas, servidores deste núcleo receberão capacitações, ao menos uma vez por mês, para abordar a temática em espaços de concentrações de mulheres, como bairros e associações, na capital e em cidades do interior de Roraima. O último treinamento ocorreu na última terça-feira (23), quando eles aprenderam sobre aproximação, formas de falar e de questionar.

De acordo com a procuradora especial da Mulher, deputada Lenir Rodrigues (Cidadania), desde o ano passado a instituição trabalha com esta temática. “Nesta plataforma teremos também trabalhos voltados às mulheres indígenas, ribeirinhas e da área urbana. Com certeza faremos a diferença incentivando as mulheres a participarem da política partidária”.

Para conhecer as mulheres de Roraima, os técnicos da plataforma farão uma pesquisa qualitativa com foco no perfil e sobre o que elas pensam em relação à política. O grupo terá duas vertentes, além da mulher na política, serão trabalhados assuntos relacionados às questões indígenas, focadas no papel da mulher nas comunidades.

Nas capacitações, segundo a procuradora-adjunta, Socorro Santos, os servidores conhecerão técnicas de abordagem em público, legislação e a atuação da mulher nos espaços dos quais ela faz parte. “Vamos trabalhar essa questão do empoderamento da equipe. Para ir para o espaço, fazer essa discussão, vamos nos preparar”.

A Procuradoria Especial da Mulher é ligada à Assembleia Legislativa de Roraima e funciona na avenida Ville Roy, 5717, no Centro de Boa Vista.

Fonte: ALERR

Compartilhe!