Search
Close this search box.

alepa222Na Sessão Ordinária realizada na Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa), no dia 25 de outubro, os deputados aprovaram vários projetos de autoria do Poder Legislativo, do Poder Executivo e do Tribunal de Justiça do Estado. Todos receberam aprovação unânime e com redação final, o que significa texto definitivo das proposições aprovadas em plenário.

Um dos aprovados é o Projeto de Lei 181/2016, de autoria do Executivo, que trata sobre os incentivos à inovação, à pesquisa científica, tecnológica e à engenharia não rotineira, visando ao desenvolvimento tecnológico, econômico, científico e social no contexto da competitividade e sustentabilidade em todo o território paraense.

Pelo projeto, o Estado e os órgãos estaduais e demais entidades, promoverão o incentivo à participação de empresas nacionais e instituições de direito privado, sem fins lucrativos que desenvolvam atividades de pesquisas e apoio ao processo de inovação tecnológica.  A Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisa do Pará (Fapespa) será a responsável por fomentar e incentivar a criação tecnológica na educação profissional.

Para o líder do Governo no Legislativo, deputado Eliel Faustino, o projeto é importante para sistematizar as políticas de governo. “Esse projeto mostra a preocupação do governo estadual em aplicar as práticas inovadoras e garantir o desenvolvimento tecnológico aliado à sustentabilidade. O que é melhor é que essa inovação será estendida ao ambiente escolar”, destacou.

O deputado Carlos Bordalo também fez referências ao projeto do Executivo. “O Pará é um dos estados da Federação que possui a maior biodiversidade do planeta. A maior riqueza está aqui na Amazônia. E esse projeto vem atender essa demanda e que seja uma política efetiva com muitos benefícios para a área de tecnologia, economia, sustentabilidade e também para a educação”, concluiu.

Já o Projeto de Lei 183/2016, do Tribunal de Justiça do Estado, dispõe sobre a revisão anual da remuneração do servidores do Poder Judiciário, nos termos do inciso X do artigo 37 da Constituição Federal, com percentual estabelecido no valor de 2%.  A despesa para obtenção do reajuste será implantada de acordo com as dotações orçamentárias na Lei Orçamentária Anual (LOA), considerando a Lei de Responsabilidade Fiscal.

O Projeto de Lei 115/2015, de autoria do deputado Coronel Neil, que institui a Política Estadual Sobre Pessoas Desaparecidas no Pará, recebeu parecer contrário da Comissão de Constituição de Justiça (CCJ), com sugestão para ser transformado em Projeto Indicativo.

EDUCAÇÃO – De acordo com o Projeto de Indicação 72/2015, do deputado Iran Lima, os alunos diabéticos tipo I, deverão ter um cardápio de alimentação escolar adequado para atender as suas necessidades de saúde. O projeto segue para apreciação do governador.

Com o Projeto de Lei 429/2105, de autoria do Hilton Aguiar, o Pará poderá ter o Dia Estadual da Juventude Evangélica.

UTILIDADE – O deputado Airton Faleiro escolheu a Associação da Comunidade Remanescente de Quilombo Olorum de Santa Luzia do Tracuateua no Território do Quilombola do Jambuaçu do Município do Moju, como sendo de Utilidade Pública para o Estado.

A Associação Cristã Jovens de Cristo foi declarada como Utilidade Pública pelo projeto do deputado Jaques Neves.

Fonte: ALEPA

Compartilhe!