A implementação de um serviço de saúde por meio de teleatendimento e apoio intersetorial para as crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos com Transtorno do Espectro Autista (TEA) na Bahia foi proposto pelo depurado David Rios (UB). Ele entende que esta é mais uma iniciativa de alcance social que reforça a luta pela melhoria da qualidade de vida e contempla a valorização e o fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS).
Dentre outras ações, o projeto de lei propõe a construção e acessibilidade de serviço de saúde e apoio intersetorial às pessoas com TEA e contribuição para o adequado desenvolvimento deste público através de teleatendimento; a ampliação do acesso ao serviço público de intervenção baseada em evidências aos pais de indivíduos com TEA; a realização do rastreamento inicial do TEA em indivíduos em idade escolar.
A proposição visa ainda proporcionar treinamento de parentes – orientação a família, complementando o trabalho do profissional especializado proporcionando uma generalização do trabalho terapêutico realizado na clínica, escola, entre outros tratamentos paralelos; assessoria de alinhamento dos familiares com profissionais das áreas da saúde, educação e desenvolvimento social. Além de integração de Saúde da Família-SUS, por meio da atuação preventiva dos Agentes Comunitários de Saúde, especialmente capacitados, nos termos de sua regulamentação.
Fonte: ALEBA
Compartilhe!