Search
Close this search box.

aleapcomunicacaoJornalistas que trabalham nas assessorias de comunicação de diversos Poderes Constituídos do Estado, como também do Ministério Público, estiveram reunidos com a equipe da Diretoria de Comunicação da Assembleia Legislativa na tarde desta segunda-feira (6), em Macapá. O encontro serviu para detalhar como será a participação do Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP), Governo do Estado (GEA), Ministério Público do Estado (MPEA) e Tribunal de Contas do Estado (TCE) na grade de programação da TV Assembleia – a primeira televisão pública do estado.

Entre os participantes da reunião estiveram presentes os jornalistas Gilvana Santos, do MPEA; Denis Santana, do TJAP; Ariele Martins, da Secom/GEA; Leonardo Trindade, da Rádio Assembleia; Emerson Renon, da TV Assembleia; Delma Passos, do Cerimonial da ALAP e Cleber Barbosa, diretor-adjunto de comunicação da ALAP.

A Presidência da ALAP já havia oficializado convite para os chefes de Poderes Constituídos para que suas instituições possam ter uma participação na programação das emissoras legislativas de rádio e televisão. “Como primeira emissora pública, uma conquista de toda a sociedade, a TV Assembleia quer levar ao ar uma programação ao mesmo tempo informativa, cultural e educativa, daí a importância da participação dos Poderes Constituídos na sua programação”, reforça Cleber Barbosa.

Os termos do protocolo a ser firmado entre a ALAP e os demais Poderes Constituídos está sendo definido e enquanto isso os setoriais de comunicação das instituições irão estreitar ainda mais o relacionamento de modo a pormenorizar como se dará na prática a entrega e veiculação do material referente aos Poderes. “De modo geral a gente tem a orientação do presidente Kaká Barbosa para que a tv e a rádio ajudem a população a conhecer melhor o aparelho de estado, suas instituições e atribuições”, diz Leonardo Trindade, da Rádio Assembleia.

Emerson Renon, que responde pelo núcleo de tv, lembrou ainda que além de disponibilizar um programa semanal de uma hora de duração para GEA, TJAP, MPEA e TCE, haverá ainda a possibilidade da TV Assembleia veicular vídeos institucionais – chamados de vt’s – com mensagens e campanhas publicitárias de cunho institucional destes entes estaduais, sem prejuízo ao horário semanal. “Além da cobertura jornalística que será franqueada a eles, sempre com a proposta de apresentar ao telespectador a informação oficial de como o estado e suas diversas organizações funcionam”, conclui Renon.

Fonte: ALEAP
Compartilhe!