aleapApós a inauguração oficial das emissoras de tv e rádio legislativa no Amapá, em dezembro, uma nova fase da parceria entre o Congresso Nacional e a Assembleia Legislativa do Amapá (ALAP) se inicia, com a capacitação dos profissionais técnicos e jornalistas do Parlamento Estadual. Eles seguem para Brasília no próximo dia 24 de janeiro para participação de estágio supervisionado em rádio, televisão, assessoria de imprensa, multimídia e documentação.

O grupo será liderado pela chefe do Gabinete Civil da Presidência da ALAP, a advogada Claudia Cezário. Os profissionais escalados para o treinamento são os jornalistas Leonardo Trindade, da Rádio Assembleia; Emerson Renon, da TV Assembleia; Everlando Matias, da Agência de Notícias da Assembleia; e Michael Anderson, editor e repórter cinematográfico da TV Assembleia, que em Macapá é sintonizada pelo canal digital 57.2.

A delegação permanecerá quatro dias sendo qualificada e trocando experiências com os profissionais do Senado Federal e da Câmara dos Deputados. “Para nós será, sem dúvida, uma experiência enriquecedora, afinal o Congresso Nacional é uma referência para todos nós em se tratando de comunicação legislativa, uma vez que possuem toda a expertise necessária para ministrar esse treinamento aos profissionais do Amapá”, diz o jornalista e radialista Leonardo Trindade.

Já o jornalista Everlando Matias, que há vinte anos atua no setorial de comunicação da ALAP, diz que será a primeira vez que participa de uma experiência de intercâmbio em Brasília. “Nós estivemos em outras oportunidades participando de visitas técnicas no Senado e na Câmara Federal, mas desta vez a proposta é ainda mais abrangente, pois poderemos trocar experiências e participar de produções das emissoras do Congresso Nacional”, diz Matias.

A TV Senado foi fundada oficialmente em 1996 e a Rádio Senado em 1997. Mas até então eram canais acessados apenas na tv fechada, ou seja, para assinantes de tv a cabo ou de antenas parabólicas. “Com esse convênio com as Assembleias Legislativas, iniciado em 2012, a gente está popularizando esses canais legislativos, oferecendo a um custo muito menor os sinais em tv aberta nos estados, pois o investimento é rateado”, diz o jornalista Cleber Barbosa, atual diretor de comunicação da Assembleia Legislativa do Amapá.

Fonte: ALEAP
Compartilhe!