Parlamentares defendem produção de vacina pela Funed

A necessidade de agilizar a vacinação contra a Covid-19 – inclusive utilizando a estrutura da Fundação Ezequiel Dias (Funed) na fabricação de vacinas – foi um dos aspectos destacados nas falas de diversos parlamentares na Reunião Ordinária de Plenário, no dia 25 de fevereiro, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

Durante a reunião, foi observado um minuto de silêncio em memória dos 250 mil mortos pelo coronavírus no Brasil. A homenagem foi solicitada pelo deputado Doutor Jean Freire (PT), o qual acrescentou que esse número revela o desprezo do governo federal por uma política adequada de combate ao problema.

“É preciso urgentemente somar forças, esquecendo nossas linhas ideológicas, para focar naquilo que nos une: o enfrentamento à pandemia”, conclamou ele. Nesse sentido, o deputado propôs que a Funed ajude nessa luta e passe a fabricar uma vacina contra a Covid-19.

Também nessa linha, a deputada Leninha (PT) cobrou do governador Romeu Zema (Novo) que invista recursos na Funed para que a instituição fabrique a vacina e o Estado possa implantar um ousado programa de vacinação. “A Fundação Ezequiel Dias tem plenas condições de adequar sua planta para produzir vacinas em moldes próximos aos do Instituto Butantan”, afirmou.
Saiba mais

Assembleia economiza R$ 80 milhões para aplicação em saúde

Ela lembrou ainda que a ALMG economizou em 2020 R$ 80 milhões, devolvidos aos cofres do Estado, e que o presidente da Assembleia, deputado Agostinho Patrus (PV), destacou que os recursos podem ser utilizados no reforço à vacinação.

“Só com a vacinação, tudo vai poder voltar ao normal, inclusive para voltarem as aulas. Esse dinheiro pode ajudar nisso”, avaliou o deputado Cleitinho Azevedo (Cidadania), em referência aos recursos devolvidos pela ALMG.

O deputado Raul Belém (PSC) chamou atenção para a situação caótica vivida por municípios da parte norte do Triângulo, com a lotação de leitos para tratamento da Covid-19 em Uberlândia, Araguari e outras cidades. Ele fez um apelo à população de Minas: “Não deixem que a situação chegue ao ponto em que chegou o Triângulo, e que não foi por falta de investimento”. Ele aconselhou que todos se conscientizem e cumpram os protocolos de prevenção contra o coronavírus.

Fonte: ALMG